Associação

A ACIST, Associação Empresarial de Comunicações de Portugal, é uma associação patronal de âmbito nacional, sem fins lucrativos, que congrega as empresas portuguesas de pequeno e méido porte na área das Infra-estruturas, Telecomunicações, Tecnologias de Informação, Energias e Multimédia. A ACIST reúne mais de 90% das empresas com este perfil de actividade económica.

É a única associação do género a nível nacional, assumindo-se como o canal de agentes dos fabricantes e operadores de telecomunicações, sendo neste âmbito já considerada como interlocutora credível e parceiro social das empresas que representa, actuando como um motor no seu poder negocial, no seu fortalecimento comercial e estrutural e no seu incentivo à actualização permanente ao nível das Novas Tecnologias de Informação, tornando-as capazes de concorrer com os demais agentes económicos.

Trabalha na perspectiva de projecção no futuro das empresas associadas, para que constituam uma força actuante de um universo empresarial importante, que se reveja e se sinta representado na sua associação.

Para além desta função catalizadora tem vindo também a desempenhar um papel activo no âmbito do ITED – Infra-Estruturas de Telecomunicações em Edifícios. Assumiu desde os tempos do RITA um papel de apoio aos seus associados, nomeadamente àqueles que actuavam na área da instalação, assegurando esclarecimentos e realizando acções de formação que envolviam quer as regras do projecto, quer as de instalação. Alargou posteriormente esta função, tendo uma intervenção de base, dado que as dúvidas e reclamações que lhe são dirigidas claramente o justificam.

Actualmente e desde a sua criação, faz parte do Conselho Consultivo da ANACOM, nomeadamente da Comissão Especializada ITED onde desempenha o papel de membro e redactor.

Para que todos, nomeadamente projectistas, fabricantes e operadores possam também ter voz activa em todo o processo do ITED, a ACIST criou no seu seio uma Secção ITED, representando igualmente todos os seus membros.

A associação tem canalizado todo o seu know-how e anos de experiência dos Recursos Humanos do seu Gabinete ITED para tentar esclarecer os intervenientes desta área e colaborar em eventuais correcções do actual sistema.

Exerce ainda uma importante função formativa. Desde 1997 que a ACIST é entidade acreditada pelo IQF – Instituto para a Qualidade na Formação, actualmente DGERT – Direcção Geral do Emprego e das Relações do Trabalho, para ministrar formação na área das telecomunicações. Mais de 450 empresas beneficiaram deste know-how que habilita não só o técnico inexperiente que necessita de formação básica, mas também o técnico especializado que necessita de aprofundar os seus conhecimentos numa ou outra tecnologia de ponta.

A formação ministrada pela ACIST é essencialmente técnica, podendo ir desde as Noções Básicas de Telecomunicações, até Redes de Dados, Redes Multiserviços IP, Visão Geral das Redes Móveis, Tecnologia e Aplicações do Frame Relay, Voz sobre IP, Serviços Móveis e seus Suportes Tecnológicos, Tecnologia e Aplicações das Redes Móveis, Fibra Óptica, Redes Nova Geração (NGN), infra-estruturas conexas e equipamentos de suporte e operação, entre muitas outras, consoante as necessidades do público alvo.

Em 2006 complementou esta valência tornando-se também entidade acreditada pela ANACOM para ministrar cursos habilitantes no âmbito do ITED.

Ainda em 2006, a ACIST lançou as suas primeiras obras técnicas. Para sustentar o seu empenhamento na clarificação das novas regras de actuação no âmbito das ITED, surgiu o “Dossier ITED” e o “Dossier ITED – O essencial...”, (versão de bolso que se pretende que acompanhe os técnicos no seu dia à dia, como ferramenta de trabalho).

A ACIST compilou toda a legislação, explicou as Prescrições Técnicas e clarificou modos de actuação para todos os intervenientes no ITED.

Com a publicação destes Livros, visou-se dotar as empresas de um instrumento de trabalho esclarecedor e que certamente e de forma rápida se tornou indispensável a qualquer interveniente nesta área.

Já em 2007, lançou uma terceira obra que teve como objectivo complementar as anteriores uma vez que, após dois anos de vigência do Manual ITED, foi feita uma reflexão sobre esta regulamentação e entendeu-se que, em alguns aspectos, eram necessários esclarecimentos que garantissem, por um lado a manutenção do espírito do regulamento e por outro lado a adequação às melhores práticas.

A ACIST esteve, como o faz há longos anos, envolvida nesse processo de reflexão e entendeu ser sua missão levá-lo ao conhecimento de todos aqueles que profissionalmente têm que desempenhar as suas funções técnicas utilizando o Manual ITED como suporte.

Desde 2006, a ACIST mantém com o Governo Regional dos Açores, Secretaria Regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos, uma cooperação muito estreita para a formação dos Recursos Humanos das suas ilhas, na área específica das Tecnologias de Informação, mais especificamente, Infra-estruturas de Telecomunicações.

No início de 2009 a ACIST foi a entidade escolhida para assinar um protocolo com o Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações para ajudar na implementação das Redes Nova Geração em Portugal, formando os Recursos Humanos do país nesta área.

A par de tudo isto, a associação concebe anualmente um Plano de Actividades, do qual se destacam a realização de diversos seminários e conferências, alusivos a temas diversificados mas ligados ao sector de actividade que representa, bem como o Encontro Anual de PME’s do Sector das Telecomunicações que é o ponto alto das suas actividades.

Este Encontro de PME’s é anual, vai já para a 14ª realização e é habitualmente subordinado a um tema tecnológico actual, interessante para o sector e para as Novas Tecnologias.

Escolhem-se sobretudo temas inovadores ou com carácter urgente de discussão e conhecimento. Sendo o ponto de encontro, particularmente das empresas ACIST, mas genericamente de um conjunto de empresários vindos dos diversos pontos do país, a ACIST tem o cuidado de diversificar e descentralizar o local do evento.

Esta é, sem dúvida, a actividade que mais mobiliza as empresas associadas.

Para e em prol dos seus associados e empresas do sector publica ainda, trimestralmente, a revista Teleforum, que serve também como elo de ligação e comunicacional entre todos.

Esta é uma publicação trimestral, com uma tiragem de 7000 exemplares e é uma distribuição que pretende atingir todos aqueles que se relacionam com as Telecomunicações. Desde quadros dirigentes e técnicos de empresas públicas e privadas do sector, até aos profissionais e instituições com interesse nesta área, a todos se pretende que a revista tenha alguma coisa a dizer.

Para além de todas estas iniciativas, a ACIST desenvolve ainda muitas outras, próprias de uma associação. Estabelece protocolos com diversas entidades com vista a proporcionar aos seus associados vantagens na aquisição de determinados bens ou serviços, quer na vertente empresarial e de negócio, quer na vertente lúdica e de lazer – todos estes benefícios são atribuídos aos possuidores do ACIST CARD. Este cartão é o rosto dos benefícios ACIST e proporciona um mundo de vantagens. Assegura ainda um atendimento permanente aos sócios através dos seus Gabinetes, Jurídico, de Projectos e Técnico. Este último gabinete é também complementado com uma linha de atendimento, que dá resposta a muitas dúvidas que vão surgindo no trabalho diário das empresas.

O objectivo da ACIST é sobretudo ser útil para as suas empresas e assegurar um apoio permanente em tudo aquilo que uma PME deste sector possa necessitar.